Diz que era uma espécie de ciclovia…

A nossa única ciclovia costumava ter um piso distinto em cor vermelha, mas atualmente encontra-se desgastado em vários trechos, confundindo-se assim com as faixas destinadas ao trânsito motorizado.

Nesta foto, podemos ainda observar que o acesso aos lugares de estacionamento automóvel implica o atravessamento da ciclovia, tornando-se numa operação perigosa, sobretudo ao fazer marcha-atrás. Frequentemente, os automobilistas não conseguem ver se vem ou não alguém a circular na ciclovia, quando estão a sair do estacionamento. É esta uma das causas mais frequentes de acidentes na ciclovia.

Por outro lado, o passeio para peões parece desaparecer misteriosamente por entre escadas de prédios e estacionamento de carros, pelo que os peões optam por continuar a sua marcha pela faixa reservada para ciclistas. É, assim, mais frequente vermos esta ciclovia a ser utilizada por pessoas a caminhar, a correr, a passear o cão… do que a circular de bicicleta.

O certo é que, apesar de todas estas vicissitudes, ainda há ciclistas que se aventuram a utilizar a ciclovia, deparando-se diariamente com situações como esta, em que têm de tocar a buzina ou a campainha e esperar que a via fique desocupada, ou desviar-se para a faixa dos carros para poderem prosseguir viagem…

Victor Domingos

3 Comments on “Diz que era uma espécie de ciclovia…”

  1. Qual seria a melhor solução nos locais de estacionamento? Colocar a ciclovia entre o passeio e o estacionamento? Isto é: via <->estacionamento<->ciclovia<->passeio ?

    Nas rotundas uns mecos delimitadores a separar a ciclovia da via nos locais em que esta não atravessa a via penso que resolvia a questão do estacionamento aí.

  2. Sim, ambas as soluções seriam úteis. No caso do estacionamento, deveria ainda ser assegurada uma distância de segurança entre o estacionamento e a ciclovia, e entre esta e o passeio.

    Quanto às rotundas, os mecos seriam um melhoramento, embora não resolvessem todos os problemas do desenho destas rotundas…

  3. Bom dia.

    Quero dar os parabéns ao autor deste blog pela sua iniciativa de tornar a cidade de Braga ciclável e pela consciencialização dos cidadãos de Braga adoptarem um meio de transporte mais saudável.

    Sou utilizador frequente desta "ciclovia" (se é que lhe podemos chamar assim), quer como ciclista, quer como peão, e realmente existe uma falta de civismo grave e perigosa dos automobilistas que utilizam aquela variante, desde estacionamentos em 2ª fila, a excesso de velocidade e ao desrespeito pelos utilizadores da ciclovia.

    Mas também quero salientar aqui que, como tem que que haver uma consciencialização a nível dos automobilistas também tem de existir uma a nível dos ciclitas, porque já presenciei mais do que uma vez vários ciclistas a circular pela faixa de rodagem.
    Um caso em particular foi um grupo de 5 ou 6 ciclistas que além de circular pela faixa de rodagem estava a ocupa-la até meio e quando os automóveis passavam ainda se punham a provocar os automobilistas.
    Acho que tem que haver uma reeducação rodoviária de parte a parte.

    Mais uma vez parabéns pelo blog

    Abraço

Leave a Reply to Miguel Cruz Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.