Andar de bicicleta em Braga

Andar de bicicleta em Braga


Comecei a usar regularmente a bicicleta para as minhas deslocações em Braga e no Porto no início de 2017. As motivações são certamente comuns a outros ciclistas: queria deixar de usar diariamente o carro, poupando combustível, e ter uma maneira muito prática e conveniente de praticar exercício físico, importante para a saúde e bem-estar.

Vivo em Braga e trabalho no Porto, portanto uso a bicicleta todos os dias no caminho de casa até à estação da CP. Esta segue depois comigo no comboio e ao chegar ao Porto faço mais um curto percurso de Campanhã até ao trabalho. Para além deste uso diário, uso-a regularmente para as minhas deslocações dentro da cidade, a menos que vá acompanhado. O estado do tempo não é desculpa. Os dias de sol são sem dúvida os melhores para pedalar mas mesmo com chuva não pego nas chaves do carro.

(mais…)

Deus das pequenas obras

Deus das pequenas obras


Braga é a terceira maior cidade do país e é também a terceira mais poluída. Nas últimas décadas, os investimentos avultados em túneis, viadutos, parques de estacionamento e rodovias, impuseram à cidade a ditadura do carro, sobrando quase nada para a promoção de uma mobilidade mais ecológica. Hoje, os investimentos para as questões de mobilidade têm-se tornado mais verdes e, em Braga, há, neste momento, projectos aprovados a rondar os 4,5 milhões de euros de investimento apenas para vias cicláveis. Escrevo isto com um grande sorriso na cara, mas lembro-me ao mesmo tempo de uma história que o meu pai contava sobre a construção de uma ponte no interior do Alentejo nos anos 40 em que o trabalhador perguntava porque se gastavam aqueles milhões se ali não havia rio e o político respondia “construa-se a ponte que o rio logo aparece”. (mais…)