Mitos sobre a utilização da bicicleta

Mitos sobre a utilização da bicicleta


Dizia-me há dias uma amiga, que começou a utilizar a bicicleta no dia-a-dia, estar totalmente perdida relativamente a implicações que, para quem usa a bicicleta com frequência são aparentemente simples e quase básicas, mas na verdade não o são e são de extrema importância.

Dizia-me então que usar a bicicleta implica tantos apetrechos que quase perde a vontade de pedalar! Capacete, roupa e colete refletor,… Sim, efetivamente há equipamentos indispensáveis a uma utilização segura da bicicleta. Mas tal não se aplica a estes dois em concreto que não são, de todo, obrigatórios. Na verdade, ambos pouca diferença fazem para a segurança de quem os usa. Não deixando de ser critério de quem os escolhe usar ou não, é sabido que em países onde a utilização dos mesmos é obrigatória não se verificam danos menores quando comparados com países onde não é obrigatório.

(mais…)

A Problemática Colocação de Um Capacete*

A Problemática Colocação de Um Capacete*


A discussão não é de hoje. A discórdia também não. Mas o assunto voltou à baila, muito recentemente, a propósito do Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária – Pense 2020 – e a possibilidade de tornar obrigatório o uso do capacete por parte dos ciclistas.

A mim, individualmente, não me faz qualquer comichão a ideia de utilizar capacete. Não tenho medo que me despenteie, não tenho receio de deixar de sentir o prazer em andar de bicicleta por não sentir os cabelos ao vento. Mas a nível global, numa altura em que tanto se discutem alternativas eficazes ao automóvel, em que se repensam estratégias de mobilidade no sentido da sustentabilidade das redes viárias e de transportes, sobretudo em meio urbano, esta medida pode efetivamente representar um entrave ao avanço deste processo, no que à captação de adeptos da “mobilidade doce” diz respeito. (mais…)