Braga Trendy Cycle – o vídeo


Já está disponível o vídeo oficial do 1º Braga Trendy Cycle. Se estiveram lá, aproveitem para recordar os bons momentos. Se não tiveram a oportunidade de participar, podem espreitar um pouco neste vídeo. Ah, e fiquem atentos para não perderem a próxima edição!

Entretanto, um passarinho contou-nos que os Encontros com Pedal também já estão a preparar um novo evento para breve. Vamos pedalar?

Braga Trendy Cycle – as fotos do evento

Braga Trendy Cycle – as fotos do evento


Fotos Braga Trendy Cycle
Há muitos ciclistas urbanos em Braga, uns mais assíduos do que outros, mas não é todos os dias que eles se juntam para passear em grupo pelo centro da cidade. A avaliar pela adesão e pela boa disposição geral, este 1º Braga Trendy Cycle (sim, o primeiro, porque as pessoas já começaram a perguntar quando vai ser o próximo) foi um sucesso.

Entretanto, já começaram a surgir no Facebook as primeiras galerias de fotos – e que bem que elas ficaram! Para muitos, foi um dia normal, com a mera diferença de pedalar acompanhado por um grande grupo. Para outros, foi a primeira oportunidade de olhar a cidade como um local convidativo ao uso da bicicleta como meio de transporte. Talvez, quem sabe, a primeira oportunidade para olhar a bicicleta com outros olhos, e perceber que afinal não é preciso vestir um equipamento especial para ir de bicicleta até ali (seja para o emprego, para o café ou até para as compras). A bicicleta é um meio de transporte simples, descomplicado e prático. E, claro, tem muito estilo!

Fotos Braga Trendy Cycle (Rómulo Duque)
No grupo dos Encontros com Pedal, poderão encontrar as fotos tiradas pelo Rómulo Duque (fotógrafo “oficial” dos Encontros), bem como ligação para as fotos do Braga Cool.

Eu não dizia que a bicicleta tem muito estilo? 🙂

Fotos braga trendy cycle braga cool

Também poderão encontrar uma coleção de fotos partilhada pela Helena Cohen, as fotos do Portal Bracarae e também no grupo do Braga Ciclável algumas fotos que eu fui tirando aqui e ali. Nos próximos dias, é natural que vão surgindo mais, seja no grupo dos Encontros com Pedal, seja na página do evento Braga Trendy Cycle, ou mesmo na imprensa.

Entretanto, vamos continuar a pedalar pela cidade, todos os dias. Vemo-nos por aí. Até lá, boas pedaladas! 😉

Mensagem

Ciclistas Urbanos em Braga #73


Ciclistas Urbanos em Braga

A Ana Paula, de Maximinos, gosta de usar a sua bicicleta para descontrair mas também para as deslocações quotidianas pela cidade de Braga (ir ao banco ou as compras, por exemplo). Também gostava de ir nela para o trabalho mas, como atualmente trabalha noutra cidade, não tem essa possibilidade.

Diz que costuma encorajar os seus amigos e conhecidos a usar a bicicleta como meio de transporte, porque é mais económico e mais rápido, mas também muito mais agradável que o carro.

Ciclistas Urbanos em Braga #34


Ciclistas Urbanos em Braga

O Sr. Alfredo, de Ferreiros, um grande entusiasta das bicicletas, usa frequentemente a sua Órbita, uma dobrável com suspensão dianteira, para se deslocar pelo centro da cidade de Braga.

Ciclistas Urbanos em Braga #20 e #21


Ciclistas Urbanos em Braga

A Bárbara e o António gostam de usar a bicicleta para passear ou ir às compras e estão a pensar começar a usá-la também para ir para o trabalho. Para eles, Braga é uma cidade excelente para pedalar, dado que quase nem tem inclinações.

Ciclistas Urbanos em Braga #9


Ciclistas Urbanos em Braga

O Pedro, estudante de Ensino de Filosofia, vai da Universidade do Minho (Gualtar) até à zona da Sé. Para tal, costuma seguir pela Rua Nova de Santa Cruz e depois pela Rua D. Pedro V.

Nota:

O trajeto acima descrito é um dos acessos mais importantes para ciclistas entre o campus de Gualtar e o centro da cidade, e é também uma das principais vias de ligação à estação de comboios. Diariamente, há um conjunto considerável de ciclistas que percorrem essas ruas em ambos os sentidos. É fácil de perceber porquê: apesar de não haver uma forma fácil de atravessar a Avenida Padre Júlio Fragata de bicicleta, é o caminho mais direto e praticamente não tem subidas. Além disso, estas ruas têm pouco trânsito, que geralmente circula a velocidades moderadas.

No entanto, é necessário – no mínimo – colocar sinalização vertical e horizontal que alerte os condutores para presença habitual de ciclistas em ambos os sentidos (parte deste trajeto inclui trechos de sentido reservado a transportes públicos, mas que poderia perfeitamente vir a permitir também a circulação de ciclistas). Faltam, pois, nestas ruas, condições para que os ciclistas possam circular em mais segurança e, já agora, em legalidade.

Ciclistas Urbanos em Braga #4


Ciclistas Urbanos em Braga

O Aníbal atravessa o centro de Braga todas os dias para ir trabalhar. Por não haver estacionamento para bicicletas junto à Universidade do Minho (Largo do Paço), viu-se obrigado a comprar uma bicicleta dobrável. Já lá vão 6 meses desde que começou a usar a bicicleta diariamente, e a sua boa disposição diz tudo – a bicicleta é mesmo o melhor meio de transporte para se deslocar na cidade, faça chuva ou faça sol.