Milhões de motivos para pedalar

Milhões de motivos para pedalar


Normalmente os debates à volta dos custos de transportes são dominados por questões como: quanto custa construir uma estrada ou operar uma linha de autocarro ou de metro. No entanto existem outros custos, tais como poluição, impacto nas alterações climáticas, acidentes, congestionamentos, etc., que, apesar de menos óbvios, não são por isso menos reais e os quais têm de ser pagos. Estes custos externos dos transportes, só por si, na EU representam 500 mil milhões de Euros (4% do PIB)[1].

A capital dinamarquesa utiliza a análise custo-benefício, onde se incluem estes custos externos, para a tomada de decisão em como investir em meios de transporte. (mais…)

Ciclaveiro: um ano e muitas pedaladas

Ciclaveiro: um ano e muitas pedaladas


O projecto Ciclaveiro surgiu inicialmente a partir de um grupo de mobilidade sustentável criado no seio do Aveiro em Transição. Este grupo de mobilidade começou a ganhar mais ímpeto e a juntar mais elementos no final de 2014 e, ainda sem nome, decidiu dedicar-se em específico à promoção da utilização da bicicleta como meio de transporte. Da necessidade natural de o projecto e o grupo terem uma identidade facilmente reconhecível, surgiu o nome Ciclaveiro.

Acreditamos que a utilização da bicicleta como meio de transporte pode melhorar a qualidade de vida das pessoas. Assim, os nossos objetivos passam por promover e incentivar a utilização da bicicleta como forma regular de deslocação, em movimentos pendulares, nas deslocações de casa para o trabalho ou escola, e nas diversas actividades do dia-a-dia. (mais…)