5 dicas para começar a pedalar

Em Braga, como em tantas outras cidades, o uso de bicicletas como modo de transporte para o dia-a-dia continua a ganhar popularidade. Seja por uma maior consciência para as questões ambientais, seja pela necessidade de adotar um estilo de vida saudável, ou mesmo para ajudar a fazer frente às dificuldades impostas pela acentuada inflação, todos os dias vemos mais pessoas que optam por pedalar para o trabalho, para a universidade e para muitas outras atividades diárias. É uma excelente escolha, que frequentemente revela até alguns benefícios adicionais e inesperados. A Primavera, claro, costuma dar um empurrãozinho. Se está a pensar dar em breve este passo, deixo algumas dicas que talvez ajudem a começar.

  1. Se aprendeu há pouco a andar de bicicleta, dedique algum tempo a ganhar alguma destreza e confiança na sua condução.
  2. As áreas menos movimentadas são ideais para isso. Apareça numa das aulas que a Braga Ciclável organiza regularmente, fale da sua experiência ou eventuais dificuldades e troque impressões com os outros participantes. Há sempre uma dica útil para partilhar ou aprender!

  3. Conheça o Código da Estrada.
  4. Mesmo não sendo obrigatório ter carta de condução para poder usar uma bicicleta, o Código da Estrada é uma referência fundamental para todos os utentes da via pública, independentemente de se deslocarem a pé ou conduzirem algum veículo. Tenha presente que a bicicleta é um veículo e que partilha por isso muitos direitos e deveres com os outros veículos. Ainda assim, há algumas regras específicas que convém conhecer. Além disso, conhecer as regras de trânsito ajudará a perceber melhor o que os outros condutores esperam de si na estrada, contribuindo para uma convivência mais segura. Deve parar nos semáforos e sinais de STOP, conhecer e respeitar as regras de prioridade e sinalizar algumas manobras com o braço.

  5. Posicione-se corretamente.
  6. Ao circular de bicicleta deve circular na faixa de rodagem, na via da direita, como os restantes veículos. Não circule em contramão. Em cima de uma bicicleta, devemos sempre assumir a posição na faixa de rodagem que é destinada aos veículos, mas quando desmontamos da bicicleta somos considerados peões.

    Circular demasiado encostado à berma, onde é mais frequente haver buracos e detritos no piso, ou correr o risco de bater na porta de um carro estacionado, são perigos que convém evitar. Ao posicionar-se na zona central da via da direita, estará a garantir a sua visibilidade e a evitar a aproximação aos obstáculos da berma, reduzindo o risco de acidentes. Não há problema em ceder a passagem aos carros que vêm atrás, mas primeiro certifique-se que é seguro, ou seja, que há espaço suficiente para completar a manobra, que a via tem largura suficiente e não vêm veículos de frente.

  7. Esteja atento(a)!
  8. A estrada está cheia de imprevistos e de perigos vários. Tente antecipar possíveis perigos, como buracos, detritos e outros obstáculos, as manobras dos outros veículos e as mudanças de direção súbitas de alguns peões. Use constantemente os seus olhos e ouvidos para detetar atempadamente potenciais surpresas.

  9. Use luzes e refletores, para aumentar a visibilidade, especialmente ao pedalar à noite ou em condições de pouca luz.
  10. Quando saímos de casa, não sabemos a que horas voltamos, e com frequência precisamos de regressar depois de começar a escurecer. Mas, mesmo de dia, as luzes podem ser úteis para nos tornar mais visíveis no trânsito, por exemplo quando há chuva ou nevoeiro.

Boas pedaladas!

Victor Domingos
Latest posts by Victor Domingos (see all)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.