Até quando vamos ficar para trás?

Andar de bicicleta é para mim a maneira mais eficiente de fazer os 4km que separam a minha casa do trabalho. No melhor caso, a viagem de carro é mais demorada do que de se a fizer de bicicleta em ritmo de passeio. Tem um custo irrisório para a carteira, para a cidade e apenas preciso do tempo de prender a corrente para a “estacionar”. Estas vantagens não são apenas sentidas por mim. A cada mês que passa, cruzo-me com cada vez mais ciclistas nas minhas deslocações diárias.

Apesar de todos os benefícios e do maior número de ciclistas na estrada, Braga ainda está longe de ser uma boa cidade para andar de bicicleta.

Grupo Local da Mobilidade reunido pela 2ª vez

o passado dia 13 de dezembro foi realizada no Museu dos Biscainhos uma sessão com alguns dos 66 membros do grupo e vários técnicos do Município de Braga da cidade no âmbito da elaboração do, oficialmente, Estudo de Mobilidade e Gestão de Tráfego para a Cidade de Braga, mas apresentado ao longo do dia como PMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável, onde a Braga Ciclável se fez representar.

Humanizar a cidade

A bicicleta tornou-se o meu principal meio de transporte. É a bicicleta que eu escolho para me deslocar na cidade de Braga. Quando algo me impede de usar a bicicleta escolho o serviço que a TUB me oferece. Esta é a minha estratégia de mobilidade e partilho-a com o...

Há carros a mais!

Temos assistido a um aumento de tráfego automóvel que leva a congestionamentos nas ruas. O excesso de carros numa cidade traduz-se nisso mesmo: filas. E o problema do trânsito só se resolve com melhor mobilidade a pé, de bicicleta e em transporte público, ou seja,...

Pedalar é saudável!

As cidades modernas têm evoluído para esquemas de limitação do tráfego automóvel, em prol da melhoria das acessibilidades, para peões e ciclistas, conhecido como estímulo ao transporte ativo (TA). O TA apresenta francos benefícios para a saúde das populações, sendo...

De Praga a Budapeste

De Praga a Budapeste por estrada são 528 Km. Por ciclovias e estradas secundárias programamos 518 km de bicicleta em autonomia, a fazer em nove etapas de 75 km cada. O caminho foi-se fazendo, umas vezes rápido outras mais lento, não estávamos a contar com o calor...

As cicloficinas regressam sábado ao centro

Depois do recente sucesso da primeira Cicloficina na Rodovia, haverá uma nova edição na Rua do Castelo já este sábado, dia 6 de outubro, às 17h00. Nestes encontros informais, as pessoas aparecem e efetuam a própria manutenção da bicicleta ou ajudam a arranjar a...

Parceiros

Virgu Pages

Seegno