A instalação de estacionamentos adequados para bicicletas na cidade de Braga é uma das reivindicações mais antigas da Braga Ciclável. A medida era destacada como uma das mais urgentes na Proposta Para Uma Mobilidade Sustentável, que foi lançada em 2012 e entregue ao Município e às várias forças políticas, incluindo ao então vereador Ricardo Rio.

Depois de darmos nota da remoção de (bons)bicicletários na Rua Nova de Santa Cruz e no Parque de Exposições de Braga (agora Fórum Braga), fruto das obras, e de alertarmos o Município para a colocação com erros de estruturas de estacionamentos para bicicletas na Rua Dom Afonso Henriques e no Mercado Municipal, somos surpreendidos com a colocação de empena-rodas no agora Fórum Braga.

Perante tal situação dirigimos a seguinte carta ao Presidente da Câmara Municipal de Braga e a dois dos seus Vereadores para poderem agir. Até à presente data não recebemos qualquer resposta.

Carta aberta ao
Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Braga, Dr. Ricardo Rio
Exmo. Senhor Vereador da Gestão e Conservação do Espaço Público, Dr. João Rodrigues
Exmo. Senhor Vereador da Mobilidade, Professor Doutor Miguel Bandeira

 

Dirigimos esta carta a vossas excelências por considerarmos que o assunto é da vossa
responsabilidade, uma vez que se trata de mobiliário urbano numa praça que nos parece ser pública.
Caso assim não seja, pedimos que remetam a mesma a quem de direito ou nos indiquem a que
responsável deve ser dirigida esta comunicação.

 

Desde o início da instalação dos bicicletários em que a estrutura utilizada é do tipo Sheffield, a partir
do ano 2012, temos vindo a tentar trabalhar com o município por forma a garantir uma instalação
acertada dos bicicletários, quer quanto à infraestrutura, quer quanto às localizações.
Fazemo-lo tendo sempre como fundamento as melhores práticas da matéria e utilizando manuais como
justificação para tal. Ajudamos a definir as localizações do Plano de Implementação de
Estacionamentos para Bicicletas em Braga, que existe na Divisão Municipal do Urbanismo – apesar de
termos deixado o alerta, na altura, de que as distâncias entre as estruturas de um bicicletário deveriam
ser maiores, tal como recomendado pelos manuais de boas práticas.

 

Ao vermos serem instaladas estruturas de forma errada decidimos enviar-vos duas cartas abertas, em
momentos diferentes e sobre colocações diferentes. Não obtivemos qualquer resposta às mesmas e
tornamo-las públicas. À comunicação social – Jornal de Notícias – disse Miguel Bandeira que “estas
estruturas estão a ser instaladas segundo os principais interlocutores”, mas “há correções a fazer”.
O tipo de suporte apontado como sendo o mais adequado para a solução de estacionamentos de curta
duração para bicicletas possui essa barra e tem (ou tinha) sido utilizado pelo Município (ver Figura 1).

Tipo de suportes recomendados a nível nacional e internacional

No primeiro mandato da coligação foram colocadas estruturas Sheffield no então Parque de Exposições de Braga e na Rua Nova de Santa Cruz. Estes suportes, que são os mais adequados para o estacionamento de bicicletas, foram removidos aquando das obras. As estruturas foram retiradas e não foram recolocadas.

 

Nos últimos dias foi colocada uma estrutura metálica que pretende servir de estacionamento para bicicletas, mas não serve. A estrutura colocada é conhecida, entre técnicos, especialistas da mobilidade em bicicleta e utilizadores da bicicleta, como “empena-rodas”. A mesma estrutura é indicada como “má prática” nos manuais de estacionamento para bicicletas.

 

Surpreende-nos ver uma alteração como esta, que acaba sendo um retrocesso na qualidade das infra-estruturas instaladas e na política anteriormente assumida. Não faz sentido mudar o tipo de suporte, sem uma estratégia fundamentada e sem manter um design igual para melhor perceção da população relativamente à função dos suportes.

 

Não se entende este retrocesso depois de se ter definido a melhor estrutura para estacionamento de bicicletas, tendo sido Braga referência na instalação deste tipo de estruturas e na escolha do modelo acertado. Hoje, depois de tantas reuniões realizadas no passado recente, de toda a informação e sua evidência sobre o assunto, assumimos que nos é difícil aceitar que se cometam erros, crassos e básicos, como é a instalação deste empena rodas, em 2019.

 

Lamentamos que a esta altura se volte a discutir o tipo de suporte, quando podíamos estar a discutir estratégias para aumentar o uso da bicicleta em Braga como uma das alternativas reais e desejáveis ao uso do transporte individual na cidade.

 

Continuamos, como sempre, disponíveis para discutir previamente estas e futuras situações, de modo a evitar que se repitam erros.

 

Agradecendo antecipadamente a atenção de V. Exas.,
subscrevemo-nos com os nossos melhores cumprimentos,

 

Pela Braga Ciclável
Mário Meireles (Presidente)
Victor Domingos (Vice-Presidente)

Braga Ciclável

Braga Ciclável

A Associação Braga Ciclável representa os cidadãos que utilizam ou desejam começar a utilizar a bicicleta na cidade de Braga, como meio de transporte e pretende contribuir para a melhoria de condições de segurança e conforto, com vista a expandir esse uso e tornar Braga uma cidade onde seja mais seguro e mais agradável viver. Vamos fazer de Braga uma cidade mais amiga dos peões, das bicicletas e dos ciclistas!
Braga Ciclável