O ano começa já com eventos marcados! BTT, Downhill, Estrada, Ciclocross, Enduro, Triatlo, Passeios urbanos, etc.. Uns amadores, outros mais competitivos, outros já profissionais! Milhares de utilizadores da bicicleta saem à rua para pedalar…

  • Quantos utilizam a bicicleta em várias modalidades?

  • Quantos respeitam o facto de existirem várias modalidades?

  • Quantos respeitam o código da estrada?

  • Quantos conhecem o “novo” código da estrada?

  • Quantos defendem o uso obrigatório de capacete?

 Sim, as regras apontam para a obrigatoriedade do uso de capacete (PENSE 2020) e nós não achamos muita piada a isso! Cada utilizador deverá decidir o tipo de actividade que fará, sendo ou não necessário o uso de protecção (ões)! Não vamos colocar o capacete para ir comprar pão à padaria da tua rua, que fica a uns 500m de casa, por exemplo! Mas se formos para uma zona muito agressiva, a um ritmo elevado, em registo desportivo, recomendo capacete, luvas e até, em certos casos (mais agressivos) protecções de cotovelos, joelhos e cervical!! Isto também se aplica a qualquer utilização desportiva em bicicleta!

O facto de usarmos o capacete não vai mudar o comportamento dos automobilistas, não vai reduzir a velocidade dos mesmos, aumentar o respeito pelas regras de trânsito e eliminar as mortes na estrada! 

Deveríamos sim reforçar o reconhecimento das regras de trânsito e sensibilizar a partilha das vias entre todos os veículos, sem esquecer os transportes públicos, veículos para pessoas com mobilidade reduzida (triciclos e quadriciclos), veículos de transporte de mercadorias pesadas, veículos de instrução de condução, veículos agrícolas, entre outros veículos mais “lentos”, que “atrapalham” a condução mais rápida de certos automobilistas! Nunca nos podemos esquecer que dentro ou em cima de qualquer veículo há um ser humano, um peão!
Já pararam para pensar que o facto de andarmos de capacete poderá reduzir o número de utilizadores, que usam a bicicleta como meio de transporte? Imaginem que, devido a um conflito semelhante, resolvem obrigar os milhares de corredores (running) a usar capacete, ou a fazerem um seguro para correrem ao lado dos automóveis! Deixaremos de ter passeios para caminhar? As cidades serão apenas para estradas, em função do automóvel?

Esta é a minha reflexão para 2017…

BOM ANO!


(Artigo originalmente publicado na edição de 7/1/2016 do Diário do Minho)

Bruno Faria

Bruno Faria

Ciclista "todo-o-terreno", amante das bicicletas em geral, artista e "palhaço...desta vida que é um circo"!
Bruno Faria

Latest posts by Bruno Faria (see all)

%d bloggers like this: