Algumas cidades disponibilizam gratuitamente, em alguns locais estratégicos, como junto a universidades ou ciclovias, pequenas estações de serviço para manutenção e reparação de bicicletas. Trata-se de uma medida pouco dispendiosa, mas que se pode revelar bastante útil para os ciclistas.Self-Serve Bicycle Repair StandsÉ o que acontece, por exemplo, nos EUA na Universidade de Stanford, na Universidade de Massachussets, na Universidade da Florida Central, no Séneca Park, em Cambridge, no MIT, no Iowa, em Omaha; ou cá pela Europa, na Suécia, em Malmo.Fixit stand soloPara além de muitos outros serviços interessantes, esses e outros locais disponibilizam aquilo a que chama de Bicycle Safety Repair Stands ou Self-Serve Bicycle Repair Stands – um conjunto de estruturas que permitem aos ciclistas encher os pneus e fazer pequenas reparações nas bicicletas de forma gratuita. Nesses locais, para além da bomba de ar, é possível utilizar um suporte de oficina para suspender a bicicleta durante a manutenção e algumas ferramentas úteis para essas operações de mecânica. Deste modo, toda a comunidade académica pode manter as suas bicicletas afinadas, melhorando as condições de segurança durante as viagens. Em alguns locais, estas estações de serviço incluem ainda uma curiosa máquina de venda automática, que para além de bebidas e snacks, fornece também algumas peças, câmaras de ar ou remendos.Quem é que, estando atento a estas questões, nunca assistiu cá em Braga a um ciclista com um pneu furado a percorrer com alguma frustração a Rua do Souto – ou alguma outra rua – com a bicicleta pela mão, lamentando o atraso na viagem e a ausência de uma oficina nas proximidades? E que tal, se em Braga também tivéssemos algumas destas estações de serviço para bicicletas – por exemplo, na Estação de Braga, na Avenida Central, e no Campus de Gualtar?

Victor Domingos

Victor Domingos

Escritor independente. Aprendiz de poeta, de ciclista e de tantas tantas coisas mais.
Victor Domingos
%d bloggers like this: